ILHA GRANDE DURANTE A PANDEMIA: o que fazer, passeio meia volta a Ilha e dicas!

24 de outubro de 2020
Destinos Nacionais

Fala, viajante! Estávamos muito tempo sem viajar por conta da pandemia, mas decidimos arrumar as mochilas!

Partimos para uma nova aventura, com toda segurança que requer o momento em que estamos vivendo. Para retomar nossas viagens, escolhemos Ilha Grande, um destino próximo de casa e que não visitávamos há muito tempo! Aliás, enquanto “Se Liga no Roteiro” ainda não tínhamos mostrado esse paraíso por aqui!

Sobre Ilha Grande


A Ilha Grande é um arquipélago situado em Angra dos Reis, na região da Costa Verde, litoral sul do Rio de Janeiro. Possui 193 km2 e mais de 100 praias de águas verdes-azuladas, vegetação exuberante formada pela Mata Atlântica, diversas trilhas, cachoeiras, mangues, animais silvestres e clima tropical. Se você não sabia, ela é a sexta maior ilha marítima do Brasil!

As praias de Ilha Grande misturam a beleza do mar com o verde da mata! Uma paisagem de tirar o fôlego.


No passado, a Ilha serviu de rota para o tráfico de escravos e já até abrigou um presídio, que servia para presos comuns e políticos, que ficou ativo de 1903 a 1994. A partir de 1994, parte do presídio foi implodido e deu espaço à UERJ (Instituto Penal Chico Mendes), que possui hoje uma base de estudos na Ilha.


Onde se hospedar

Ficamos hospedados na Vila do Abraão, a parte central da ilha, que possui a melhor infraestrutura da Ilha e conta com muitas ofertas de hospedagem, restaurantes e barzinhos! Se você pretende fazer os passeios de barco, recomendamos ficar nessa vilinha, pois é nela que sai a maioria dos passeios, seja privativo ou compartilhado. Ah, aqui você consegue chegar de várias formas, através de barca, saveiro, voadeira ou taxi-boat.

Acesso aos quartos da charmosa pousada D’Pillel!

Se você, assim como nós, gosta de conforto ao viajar, com um lugar que ofereça um café da manhã gostoso, cama confortável, tudo limpinho, um atendimento cordial e uma excelente localização, indicamos a Pousada D’Pillel que fica no Abraão. Passamos nosso final de semana hospedados nessa pousada e, quando retornarmos à Ilha, vamos ficar hospedados novamente nela!

Aquele café da manhã reforçado da pousada D’Pillel!

Outro lugar interessante que gostamos é a Enseada de Araçatiba, que possui uma pequena infraestrutura, mas é importante frisar que o acesso para chegar é limitado, que pode ser por meio de voadeira ou de taxi-boat e os passeios, geralmente, são privativos. A oferta de restaurantes e vida noturna também são limitados! Em geral, a Ilha possui oferta de hospedagem para todos os públicos, desde quem procura por sofisticação ou até mesmo por camping.

ESTÁ PRECISANDO DE UM ROTEIRO PERSONALIZADO? Clique aqui e saiba mais! 



Como chegar

A Ilha fica a 150km da capital do Rio de Janeiro e cerca de 400km de São Paulo. Somente através de barco é possível chegar na ilha. Os barcos saem de três pontos: Mangaratiba, Conceição de Jacareí e Angra dos Reis. Há opção de embarcações no estilo táxi-boat, voadeiras, escunas e barcas. O embarque que costumamos fazer é a partir de Mangaratiba, por ser mais próximo da capital carioca e por ter acesso às barcas CCR (assim como em Angra – em Conceição do Jacareí não tem barcas).

Se você for desembarcar na Vila do Abraão, que é o principal destino dos turistas, você encontrará todas as opções de embarcações. Já, se for para outro canto da ilha, o acesso se dará somente por táxi-boat ou voadeiras.

Os valores, tempo de percurso e horários:

– Barcas: o valor do ingresso está saindo a R$ 18,00 e possui 1h e 30 min de percurso (saindo de Mangaratiba). As barcas só saem uma vez ao dia de Mangaratiba ou Angra dos Reis, exceto na sexta, que possui a barca extra das 22h de Mangaratiba. Porém, essa barca extra, devido a pandemia, está suspensa momentaneamente. Cabe frisar que as filas estão grandes, então chegue com, pelo menos, 1h de antecedência para garantir o seu lugar. Mais informações no site oficial!

– Escunas: o valor do ingresso está saindo na média de R$ 40,00 e possui 1h e 30 min de percurso (saindo de Mangaratiba). Algumas escunas possuem horários de saídas das 7:30 / 09:00, mas a maioria não possui horários definidos de saída e costumam ficar atracadas no píer à espera de lotação mínima para saída.

– Táxi-boats ou voadeiras: as duas principais empresas de táxi-boats são Fast Boat Objetiva e Vila Nova Tour, cobram o valor de R$ 50,00 e possui duração média de 30 minutos o trajeto. Essas empresas operam em Angra e Conceição do Jacareí. Já as voadeiras ficam atracadas ao lado dos píeres dos três pontos de embarcações e costumam sair rápido (disponibilidade diurna e noturna). Devido a pandemia o valor subiu um pouco, possivelmente, após o retorno do turismo, abaixará um pouco.

OBS: o trajeto com menor percurso de barco é por Conceição do Jacareí. Não recomendamos ir para à Ilha por meio de voadeiras e escuna à noite, pois pode ser perigoso devido ao trecho em mar aberto que pode “bater muito”.


Nosso passeio na Ilha:

A Ilha possui diversos lugares incríveis e uma infinidade de passeios de barcos. Como não íamos há muito tempo, decidimos, para o primeiro dia, fazer um dos passeios mais requisitados da Ilha, o passeio de lancha de “Meia volta à Ilha”. Esse passeio possui quatro paradas, sendo duas delas as mais famosas, que é a Lagoa Azul e a Lagoa Verde. Há quem faça somente o passeio da Lagoa Azul, mas achamos a Lagoa Verde é tão bonita quanto a Azul, então vale a pena fazer esse passeio que visita logo as duas!

Para esse passeio fechamos com a Simone, da empresa TONSI Tour (whatsapp: 21 99827-6282). Mais detalhes em vídeo você encontrará no nosso Instagram e no canal do Youtube. A seguir, vamos falar um pouco mais de cada lugar que visitamos nesse passeio, vamos lá?!


– LAGOA VERDE:

Essa foi nossa primeira parada e abrimos o passeio com chave de ouro! A Lagoa Verde é um dos destaques da costa noroeste de Ilha Grande, bem próximo da Enseada de Araçatiba.

Vista aérea da belíssima Lagoa Verde de Ilha Grande!

É um aquário natural, onde as embarcações ficam ancoradas e os visitantes descem para nadar ou flutuar. É um lugar perfeito aos amantes de snorkel, com uma fauna marinha rica!


– LAGOA AZUL:

A cor do mar nesse ponto é surreal! É um dos lugares mais visitados de Ilha Grande e foi eleita como a segunda maravilha de Ilha Grande. A Lagoa Azul é uma imensa piscina com água transparente e azul-esverdeada, e possui uma rica vida marinha com estrelas do mar, cardumes de peixes multicoloridos, lulas e corais.

Aquele mergulho sensacional! Olha a cor da água da Lagoa Azul…


É um aquário natural onde você encontra um dos mais belos pontos de mergulho e snorkeling da Ilha Grande. A Lagoa Azul chamava-se, originalmente, Ilhas Redondas, mas, por causa de seu visual cinematográfico, os moradores da região passaram a chamá-la de Lagoa Azul, devido à semelhança com Port Antônio (Jamaica), lugar onde foi encenado o famoso filme “A Lagoa Azul”.


– PRAIA DO AMOR:
A praia é bem pequena e tem apenas uma casinha na faixa de areia. Com água tranquila e límpida, é boa pedida para quem deseja ficar mais à vontade. A Praia do Amor está localizada no Saco do Céu, na Enseada das Estrelas. Os passeios de lancha que incluem parada na Praia do Amor são o Meia Volta à Ilha e Feiticeira.

A charmosa Praia do Amor!

O nome verdadeiro do local é Praia da Aguada, mas se popularizou pelo nome Praia do Amor. A parada nessa pequena praia serve mais para cumprir a tradição e não dar sorte para o azar. Tem um balanço super “instagramado” no lugar que rendem ótimas fotos!



– SACO DO CÉU (parada para almoço):

Paramos para almoçar num restaurante que fica no Saco do Céu (o nome dele é Cantinho da Felicidade). Essa região possui um bom polo gastronômico para quem gosta de pratos de frutos do mar. O nome da região se deve à calmaria das águas, que durante o dia e a noite refletem o céu.

Imagem aérea da região do Saco do Céu!

Assim que desembarcamos tomamos uma ducha de água doce e degustamos uma deliciosa moqueca de peixe de frente para a praia! Nossa dica é para que você almoce na parte da varanda… que visual!



– PRAIA DO CAMIRANGA:

O marinheiro deixou à nossa escolha a última parada do passeio, entre a Praia do Camiranga ou da Feiticeira, mas indicou que parássemos na Praia do Camiranga. E assim fizemos. Que lugar paradisíaco!

A Praia do Camiranga é o destino ideal para quem quer relaxar e passar a tarde!


A Praia do Camiranga possui uma boa faixa de areia fina, com águas muito claras, esverdeadas e morna. Com um pequeno rio de água doce, que desemboca na praia, que faz parte da Enseada das Estrelas e nos convida a um irresistível banho no riacho Camiranga! Essa praia fica muito próxima a Praia da Feiticeira e do Saco do Céu.


A praia leva esse nome, pois no lugar havia muitos pássaros da espécie Camiranga, mas que hoje, infelizmente, está em extinção. Além de barco, essa praia pode ser acessada através de trilha que parte da Vila do Abraão. Acompanhamos um belíssimo pôr do sol aqui e voltamos para a Vila do Abraão.

Informações adicionais sobre o passeio:

– Duração: 10:00 às 17:00

– Preço: R$ 150,00 (seguidor nosso tem 10% de desconto até final de nov/2020).

– Está incluído água e gelo na lancha. Pode levar comida e bebida no barco. Almoço e demais consumações por conta de cada cliente.

Outros passeios interessantes a se fazer: Praia de Lopes Mendes (tem matéria falando do nosso dia nesse paraíso!), Passeio de barco às Ilhas Paradisíacas, Cachoeira da Feiticeira (acesso por trilha) e o Passeio Volta à Ilha completo (único passeio com direito à Praia do Aventureiro).

Esperamos ter te ajudado a programar a sua viagem à Ilha Grande! Se quiser saber mais sobre nossos conteúdos, acompanhe-nos nas redes sociais: Instagram, Facebook, Tik Tok e Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, podemos te ajudar?