O que fazer em Curitiba!

4 de julho de 2020
Destinos Nacionais

Fala, viajante! Se você está com vontade de conhecer Curitiba, está matéria foi feita todinha para você!

Aqui reunimos várias informações e curiosidades sobre a capital paranaense.

Você já deve ter escutado de algum amigo ou familiar que Curitiba é uma cidade organizada, arborizada, limpa e encantadora. Quem te falou isso, com certeza voltou dela [email protected] Curitiba é tudo isso mesmo. Essa grande metrópole, com ar de interior, é cercada de áreas verdes e parques que dão um charme para a Cidade dos Pinheiros.

Se você estiver chegando em Curitiba a partir do Aeroporto Internacional Afonso Pena, cabe frisar que este aeroporto fica localizado em São José dos Pinhais, cerca de 18 km da capital paranaense. Utilizamos o aplicativo Uber para chegar na região do Centro Cívico, mas há opção de ônibus (linha 208), chamado “Ligeirinho”. E por falar desse aplicativo, praticamente, em todos os nossos deslocamentos o utilizamos.

Quando programamos uma viagem, geralmente, esperamos pegar dias de sol no destino. Temos que informar a você que o clima de Curitiba é muito instável, até mesmo no verão. Isso se deve a sua altitude e proximidade do mar. O dia pode amanhecer com sol e a tarde o tempo já pode mudar. Dica: ao sair do hotel, leve consigo um guarda-chuva e a depender da época, um casaco também é bem-vindo.

Agora, a melhor estação que indicamos para visitar é o outono. Com temperaturas mais amenas e dias mais secos, é um excelente período para visitar Curitiba. Outro período que também recomendamos é a primavera, pois os jardins e os parques ficam floridos, além da temperatura ser bastante agradável (com possibilidade de chuvas devido à proximidade do verão).

O Jardim das Sensações que faz parte do complexo do Jardim Botânico de Curitiba.

Antes da gente falar dos principais pontos turísticos, trouxemos algumas curiosidades do local. Vamos lá?

1. O nome da cidade vem da expressão indígena “kur yt iwa”, que significa lugar cheio de pinheiros. E eles são a joia da cidade. Se alguém cortar um desses poderá ser, até mesmo, preso!

2. Com diversas áreas verdes, a cidade possui os títulos de Capital Ecológica do Brasil e cidade mais sustentável da América Latina.

3. Curitiba está a 934m de altitude e próxima do mar. Não é à toa que é capital mais fria do Brasil. No inverno, a temperatura pode chegar a graus negativos.

4. A cidade foi capital do país por três dias, entre os dias 24 e 27 de março de 1969, na época da ditadura militar. Mas calma, foi só uma estratégia de marketing político para dar destaque às capitais brasileiras que não fizeram oposição ao regime.

5. Como a cidade possui muitos descendentes de polonês e alemães, é muito comum restaurantes e bares servirem o famoso “vina com bera”, que nada mais é que salsicha com cerveja. Curitiba é também a capital da cerveja artesanal no Brasil, onde estão localizadas diversas marcas reconhecidas e premiadas dessa bebida. Além disso, os hambúrgueres artesanais, as deliciosas massas dos restaurantes do Bairro Santa Felicidade e a famosa carne de onça (que é carne moída bovia) também são algumas “boas pedidas” gastronômicas de Curitiba.

Pensando em ir à Curitiba? 

CLIQUE AQUI e faça o seu roteiro conosco!



O que visitar em Curitiba

Curitiba possui diversos atrativos e atende aos mais variados públicos de viajantes. Sabemos que a maioria dos turistas fica na cidade, em média, de 4 a 5 dias. Já ouvimos até a frase “Curitiba não tem muito o que fazer” (O QUE???). Isso não é verdade! Quem fala isso não pesquisou bastante sobre o destino ou não se interessou pelas atrações locais!

A charmosa capela do Bosque do Papa, um dos belos pontos de Curitiba.

Bom, ficamos 7 dias na cidade e voltamos sem conseguir conhecer tudo o que ela tem a oferecer. O charme da cidade é curtir o ambiente, respirar o ar puro e fazer as coisas com calma.

Sem mais delongas, a seguir, separamos os principais (e os que mais gostamos) pontos turísticos que você não pode deixar de fora do seu roteiro.


Jardim Botânico de Curitiba

Esse é, sem dúvida, o ponto turístico mais visitado da cidade. Chegou a ser um dos monumentos mais votados para configurar entre as Maravilhas do Brasil.

Os jardins do Jardim Botânico de Curitiba.

Inaugurado em 1991, sob estilo europeu, o Jardim possui uma área de 278 mil metros quadrados, e é composto por diversas atrações, como a Estufa, o Museu Botânico, o Jardim das Sensações, o Espaço Cultural, além da imensa área verde existente no local!

Endereço: Rua Engo. Ostoja Roguski – Jardim Botânico.
Horário: 06:00 às 20:00 (inverno até 19:30), aberto diariamente.


Memorial Ucraniano

Muitos turistas acabam não visitando o Memorial, que fica localizado no Parque do Tingui. O local foi inaugurado em 1995 em homenagem aos imigrantes ucranianos que vieram para o Paraná no século XIX. O que mais chama atenção são as construções arquitetônicas típicas construídas em madeira, sendo a principal delas, a réplica da igreja ucraniana mais antiga do Brasil, a de São Miguel da Serra do Tigre (Mallet-PR).

Registro a partir do portão principal do Memorial Ucraniano.

Dentro dela há uma exposição permanente de pêssankas (ovos pintados à mão) e objetos relacionados aos imigrantes. Vale a pena conhecer!

Endereço: Rua Dr. Mba de Ferrante – Parque Tingui.
Horário: 10:00 às 17:45, fechado às segundas.


Bosque do Alemão

Antes de chegar ao Bosque do Alemão, recomendamos que você comece seu passeio pela parte de cima, através do Oratório de Bach (R. Schubert, 175-245 – Vista Alegre). A partir dali você descerá uma escadaria e logo após iniciará uma caminhada dentro da mata (com chão de pedras). Ao longo dessa trilha, conhecida como o Caminho de João e Maria (dos Irmãos Grimm), é contado uma história infantil. Além disso, no caminho há uma biblioteca para a criançada, chamada Casa da Bruxa. Ao final, você chegará no portal de reprodução da fachada da Casa Mila, construção germânica do início do século XX, com seu bem cuidado jardim digno de uma bela foto.

Portal ao final do Bosque do Alemão.

Endereço: Rua R. Nicolo Paganini – Vista Alegre.
Horário: 08:00 às 18:00, aberto diariamente.


Ópera de Arame

Este icônico teatro, formado por mais de 350 toneladas de aço, se tornou um dos símbolos de Curitiba e por isso não pode ficar de fora do seu roteiro, afinal é um dos principais pontos da cidade e um grande exemplo de arquitetura moderna pra deixar qualquer um admirado! Um diferencial desse ponto é o fato dele possuir acessibilidade, o que garante uma maior inclusão social.

Vista para o restaurante e a Ópera de Arame.

Cercado por lagos e uma bela vegetação, a Ópera de Arame – que tem capacidade para 1.572 pessoas – faz parte do Parque das Pedreiras. Recomendamos que você vá com calma e separe, pelo menos, 2h e 30 min para o passeio. Se preferir ir no horário de almoço, eles possuem um restaurante super aconchegante às margens do lago.

Endereço: R. João Gava, 970 – Abranches.
Horário: 10:00 às 18:00, fechada às segundas.


Museu do Olho – Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyar, também conhecido como Museu do Olho, é um outro ponto imperdível para quem está visitando a Cidade Sorriso. Com cerca de 7 mil obras, é considerado o maior museu de arte de toda a América Latina e não para menos: são 35 mil metros quadrados de área construída e 17 mil metros quadrados de área para exposições divididos em 12 salas expositivas!

O belíssimo Museu do Olho – Oscar Niemeyer.

Ele possui um acervo com grandes nomes brasileiros e internacionais, realiza mais de 20 mostras ao ano e recebe um público superior a 360 mil visitantes anualmente.

A exposição com obras asiáticas é uma das mais procuradas no local.

O ingresso custa R$ 20,00 (inteira) e te dá acesso à todas as galerias e exposições. O complexo possui uma estrutura excelente com toaletes, achados e perdidos, fraldário e Sala de Amamentação, atenção médica, estacionamento, uma loja do museu e acessibilidade para portadores de deficiências físicas. Vale ressaltar que eles também realizam visitas mediadas gratuitas para grupos, através de agendamento prévio (confira AQUI a programação completa)

Endereço: R. Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico.
Horário: 10:00 às 18:00, fechado às segundas.


Parque Tanguá

Conhecido por muitos como o parque mais bonito da cidade, o Tanguá é daqueles lugares para se passar uma tarde inteira, aproveitando a linda vista da cidade e o imperdível por do sol! Com acesso gratuito, o local possui um mirante que fica em cima de uma pedreira. Para explora-lo melhor, vale a pena descer a trilha até a pedreira em si.

Na parte superior, o mirante e na parte inferior, o túnel na pedreira!

É possível atravessar esse paredão através de um túnel de 45 metros de extensão, em uma passarela sobre a água. Para fazer a visita guiada pelo túnel, é necessário agendamento através do e-mail [email protected] (ela acontece aos sábados no horário das 9:30h, com duração de 1:30h, para pessoas a partir de 15 anos).

Endereço: Rua Oswaldo Maciel, 97 – Taboão.
Horário: 06:00 às 22:00. Recomendamos ir no final de tarde.


Dica Extra:

A cidade vai além desses pontos turísticos que citamos. Se você curte um passeio diferente, talvez goste do passeio de trem à Histórica Cidade de Morretes. Ou então, se curte bons vinhos, uma boa experiência seria visitar o “Caminho do Vinho” em São José dos Pinhais. Agora, se sua vibe mesmo é o ecoturismo, uma boa pedida é conhecer as trilhas do Parque Municipal Gruta do Bacaetava.

Se você gosta de viajar, fique por dentro de outras dicas que postamos sempre nas nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, podemos te ajudar?