Nosso roteiro de um dia em Tigre – Argentina!

22 de maio de 2020
Destinos Internacionais

Fala viajante! Nesse post vamos contar sobre o nosso dia em Tigre, uma província de Buenos Aires!

Aqui você encontrará todas as informações necessárias para sua viagem. Falaremos sobre como chegar, o que fazer e diversas outras dicas. Vamos lá?

Sobre Tigre:

Em nossa viagem à capital da Argentina aproveitamos para conhecer a cidade de Tigre, que fica a 33 km ao norte de Buenos Aires, conhecida pela calmaria e o contato com a natureza. Esse é um lugar ideal para quem tem mais dias de viagem em Buenos Aires. Nessa matéria vamos mostrar que o lugar não possui só tranquilidade, por lá é possível fazer boas compras no Puerto de Frutos, jogar no Casino ou, para aqueles que gostam de aventura, ainda conta com um parque de diversão, o Parque de La Costa.

Quanto tempo ficar:

A maioria dos turistas procura Tigre para fazer o famoso passeio de barco pelo delta e conhecer um pouco mais da cidade. Se esta for a sua opção, destine cerca de 5 horas do seu dia para curtir o clima do lugar e fazer o passeio com calma. No nosso caso, passamos um dia inteirinho nessa região (cerca de 9 horas), pois além de visitarmos vários lugares da cidade, destinamos parte do dia para se jogar no parque de diversão!

Precisando de um roteiro personalizado para a Argentina? Clique AQUI e confira os nossos serviços.


Como chegar:

Há algumas formas de chegar até Tigre, dentre elas: carro privado (ou transfer), trem ou barco (que sai de Puerto Madero). Geralmente os turistas contratam um transfer com agência lotada em Buenos Aires ou então fazem o passeio por conta própria através do Trem, que foi a nossa opção. Gostamos de viajar de forma independente e fazer o nosso horário, acordar na nossa hora, sem pressa… então sempre que temos essa opção, acabamos escolhendo!

Para ir de trem há duas opções a partir da Estação Retiro – Buenos Aires: uma com baldeação e outra direta. Há dias que somente há opção com baldeação, que demora um pouquinho mais, mas chega lá e toda forma.

1ª forma: pegar o trem na Estação central Retiro (Buenos Aires) da linha Mitre TBA (plataformas 1 e 2) para a Estação final Tigre. O trajeto dura cerca de 45 minutos.

2ª forma, com baldeação – foi a que utilizamos, pois só tinha essa disponível no dia: pegamos o trem na Estação central Retiro (Buenos Aires) da linha Mitre TBA (plataformas 3 e 4) e saltamos na Estação Mitre/Maipú e de lá pegamos o trem turístico de La Costa, com ponto final na frente do parque de diversão. O trajeto durou cerca de 1h e 15 minutos e custou o preço de duas tarifas, praticamente.

Confira AQUI as tarifas atualizadas.

Compramos esses deliciosos churros por apenas 10,00 pesos.


O que fazer em Tigre:

Puerto de Frutos

Como chegamos antes da abertura do parque, aproveitamos para visitar o Puerto de Frutos, que fica bem pertinho da estação de trem de La Costa. Esse tradicional mercado de Frutos de Tigre, inaugurado em 1938, no começo só vendia frutas e verduras produzidas nas ilhas do Delta do Tigre, que eram trazidas em embarcações pelos moradores e comercializadas nesse local. Hoje em dia mudou bastante.

O famoso Puerto de Frutos.

O local virou atração turística da cidade e por lá você encontrará, além das frutas e verduras, um pouco de tudo, como: objetos antigos, artesanatos, flores e plantas, artigos de decoração, bebidas típicas…

Por mais que o local funcione diariamente, das 10:00 às 18:00, recomendamos que você o visite de sexta a domingo ou no feriado, pois nesse período a maioria das lojas ou barraquinhas estão abertas!

Parque de La Costa

Do Puerto de Frutos fomos caminhando até o Parque de La Costa. Compramos os tickets no local e pegamos uma promoção 2×1. Pelo que já vimos no site oficial sempre eles disponibilizam promoções. Bom, pagamos em março/2019 cerca de 800 pesos (pelos 2 ingressos) na compra do Passaporte Ouro, que dá acesso a praticamente todas as atrações. Ou se preferir, você pode comprar o passaporte promocional que cobre apenas alguns brinquedos e os demais tendo que pagar separadamente.


O parque fica aberto de quinta a domingo das 11:00 às 19:00, conta com diversas atrações, desde as radicais até as atrações para família. Para quem gosta de shows, de vez em quando também acontece, sendo ideal para a criançada! Na nossa opinião, o parque é mediano. Não chega aos pés do nosso Hopi Hari ou Beto Carrero! Recomendamos que você pesquise e selecione as atrações que mais tem a ver com seu perfil para não perder muito tempo e ir conhecer a cidade!

Entrada do Parque de la Costa!

Se você, assim como nós, gosta de aventura, então anota as dicas dos melhores brinquedos: El Desafio, Desorbitados, Boomerang, Saltos del Delta, Torbellino, El Vigía, Pendulum, Samba e Barco Pirata.

Eles não permitem entrar com comida aberta e nem com pau de selfie. A oferta de lanche no interior do parque não é das melhores e os preços são caros. Cabe ressaltar que não pegamos longas filas nos brinquedos, porém, há relatos de amigos e outros viajantes que já ficaram por mais de 1h numa fila (então é bom fugir de alta temporada e de períodos de férias escolares). Nossa experiência no parque ainda não acabou, falaremos um pouco mais no próximo tópico!

Navegação pelo Delta do Rio Tigre

A principal atração em Tigre é a navegação pelo Delta e pelos rios da região. Iríamos curtir o parque de diversão e depois contratar um tour pelo rio na estação fluvial da cidade. Mas para nossa surpresa, ao chegar à bilheteria do parque vimos que eles realizam o passeio de barco pelo valor de $ 80 ARS. No ato da compra eles informam os horários disponíveis e concedem um ticket ao visitante.

É um tour rápido, com duração de 30/40 minutos, e que passa por alguns pontos da cidade, como o Museu Casa Sarmiento, uma casa coberta de vidro para sua conservação, que foi residência de descanso do ex-presidente da Argentina Domingo Faustino Sarmiento.

Visão do Museo Casa Sarmiento, a partir do passeio de barco.

O passeio foi pelos rios Luján e Sarmiento numa embarcação confortável e nova. Durante o passeio percebemos a calmaria do local e observamos as diversas casas de veraneio das pessoas de alta renda da sociedade argentina.

Quem procura só pela navegação basta chegar à estação fluvial de Tigre (Endereço: Mitre 305) e fechar o tour com alguma das diversas empresas que fazem o passeio (não precisa agendar antecipadamente e nem comprar online). Há opções de passeios com duração de 40 minutos a 2 horas, assim como em barcos diferentes, como catamarã ou embarcações menores (mini-cruzeiro, como chamam). O roteiro e os preços dos passeios variam de acordo com a escolha do viajante, começando com $ 150 ARS. Alguns deles, por exemplo, passam pelo Museo de Arte de Tigre que é um dos mais conhecidos da região.

City tour na cidade

Se você está pensando em fazer seu próprio roteiro, recomendamos que liste os lugares que mais te atrai do seu destino, até porque já dá para perceber que Tigre tem várias atrações e perder tempo num bate-volta não é a melhor opção!

Uma das belas e arborizadas ruas de Tigre.

Depois do passeio de barco fizemos nosso próprio city tour na cidade, daquele modo: gastando as canelas (rs). Caminhamos pelas ruas da cidade, visitamos a estação fluvial e finalizamos o nosso dia jogando no Casino.

Quem preferir o conforto há um ônibus turístico (Bus Turístico Tigre) que também integra com o passeio de barco (maiores informações em: www.busturisticotigre.com.ar).

Casino Trilenium

Como queríamos aproveitar mais a luz do dia, primeiramente conhecemos os lugares abertos e, posteriormente, deixamos para visitar o cassino já no final da tarde.

O cassino é enorme, climatizado e possui uma boa estrutura, com muitos caça-níqueis e mesas de jogos. Ficamos surpresos porque tinha muita gente lá dentro! Se você é iniciante, assim como nós, a parte boa é que não tem valor mínimo para jogar, o que é bom para aqueles que só buscam pela experiência e diversão!

Interior do Cassino Trilenium.

Como em nosso país é proibido esse tipo de estabelecimento (assim como em algumas regiões da Argentina), talvez muitas pessoas nunca entraram num cassino, então está aí uma oportunidade de visitar! Nos divertimos por 2 horas e chegamos a ganhar 50 pesos (rs).

O local conta com restaurante, bar e até espaço para shows. Se estiver hospedado em Tigre, eles disponibilizam o serviço de shuttle para buscar o cliente. Está localizado na rua Perú 1385, entre o Puerto dos Frutos e o Parque de la Costa, e funciona diariamente das 11:00 às 06:00 e aos fins de semana 24h.

Dá pra ver que Tigre é sensacional, não é mesmo? Então, se você estiver indo à Buenos Aires, não deixe de separar um dia para essa cidade.

Encontre-nos também no InstagramFacebook e Youtube.

One thought on “Nosso roteiro de um dia em Tigre – Argentina!

  1. Deyse Marinho
    4 de julho de 2020
    Responder

    Adorei seu texto e dicas no roteiro de um dia em Tigre – Argentina. Sem dúvida é um passeio que realmente vale a pena fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, podemos te ajudar?